Mãe mata bebê e esconde corpo em panela de pressão


 

A mãe de um bebê de apenas dois meses, a babá Renata Cerqueira, foi até a polícia para denunciar o sequestro do próprio filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia.


A Polícia Civil informou, que quando a mãe denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada.


Algumas testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.


Segundo informações do G1, depois de dois dias de buscas, a criança foi achada morta.


De acordo com a polícia, o bebê foi achado morto em avançado estado de composição pela patroa de Renata, que tinha ido à casa da funcionária, por causa do desaparecimento do filho dela.


Conforme Valéria Chaves, responsável pela 23° Coordenadoria Regional de Eunápolis, quando a mulher chegou na casa da funcionária, a porta estava encostada e, por isso, ela resolveu entrar.


“Ao chegar no imóvel que estava vazio e com a porta aberta, a patroa de Renata começou a sentir um mau cheiro, e investigou de onde vinha o odor. Ela foi ate uma panela, que estava em cima do fogão, foi quando ela abriu a panela de pressão e viu o corpo de um bebê e então chamou a polícia. A mãe não estava na casa, pois haveria um protesto na cidade por conta do desaparecimento da criança”, relatou Valéria.


A mãe foi presa depois de confessar ter escondido o corpo do bebê de dois meses, algumas horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela.


Segundo a mãe, a criança morreu afogada em uma banheira e por isso ela inventou o sequestro.


Veja o vídeo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário