Minha Casa Minha Vida: Financiamento Habitacional Caixa

Grande parte dos programas sociais do Governo Federal são administrados pela Caixa Econômica Federal, inclusive o Minha Casa Minha Vida. Dessa forma, a agência auxilia aqueles que irão adquirir o primeiro imóvel próprio. No entanto, só pode participar desses programas aqueles que se enquadram nos requisitos exigidos pelo Governo, como o caso de uma renda mínima específica. Entenda a seguir quanto é preciso receber mensalmente para fazer parte do Minha Casa Minha Vida e ainda outras regras do programa.


Minha Casa Minha Vida

Entre os principais programas de financiamento do Governo Federal está o Minha Casa Minha Vida, o qual foi criado para auxiliar os grupos familiares a saírem do aluguel e conquistarem a tão sonhada casa própria.

Esse programa facilita muito, pois promove condições exclusivas, entre elas:

  • Mensalidade acessível;
  • Entrada facilitada e;
  • Chance de subsídio para a compra.

O Minha Casa Minha Vida surgiu no Governo Lula e até hoje é uma das melhores propostas de habitação social existente no Brasil. Inicialmente, a criação do programa foi para oferecer uma moradia digna para os brasileiros.

Abaixo, quem tem interesse no programa Minha Casa Minha Vida, poderá conhecer as faixas de financiamento.

Faixa 1

Como todos já sabem, para ter direito ao Minha Casa Minha Vida é preciso se enquadrar em alguns requisitos de participação. Entre essas exigências, podemos citar a renda mínima e máxima dos grupos familiares. No caso da Faixa 1, a mesma é destinada às famílias que possuem renda máxima de até R$ 1.800,00.

Faixa 1,5

Já a Faixa 1,5 é destinada aos grupos familiares com renda bruta um pouco mais alta em relação a anterior. O valor máximo neste caso é de R$ 2.600,00.

Faixa 2

As opções de subsidio para a faixa 2 são um pouco menores, afinal, se enquadram nessa categoria, as famílias com renda mensal de até dois salários mínimos. Para financiar um imóvel nessa faixa, a renda mensal deve ser de até R$ 4.000,00

Faixa 3

A ultima faixa, mas, não menos importante é a 3. É ela que define a renda máxima salarial para os participantes do programa, ou seja, se enquadram nessa categoria, aqueles que recebem um salário mensal de ate R$ 7.000,00.


Como se Inscrever?


A inscrição no Minha Casa Minha Vida é simples, você precisa se enquadrar dentro de alguma dessas faixas e ir até uma agência da Caixa Econômica Federal solicitar a inscrição. Então, serão solicitados alguns documentos para validar sua inscrição.

Além dessa forma, você pode optar por participar do Feirão da Caixa, um evento que realiza a venda de imóveis novos, seminovos e na planta nas melhores condições possíveis de mercado.

Esse evento ocorre frequentemente e é aberto a todo público, no entanto, só terá direito ao financiamento aqueles que se enquadrarem nas regras do Minha Casa Minha Vida.


Vantagens do Minha Casa Minha Vida

Como podemos ver, as vantagens do programa são muitas, especialmente se você deseja adquirir um imóvel da melhor forma. Conheça mais algumas:

  • Exige padrão mínimos de habitação, ou seja, seu imóvel construído terá qualidade garantida pelo Governo Federal;
  • Permite tanto a compra de um imóvel usado quanto a construção de um imóvel novo;
  • Financiamento para famílias mais pobres subsidiado com recursos do Governo Federal;
  • Oferece pontos de atendimento para os clientes do Financiamento Imobiliário específicos para cada faixa de renda;
  • Possui canal exclusivo de atendimento da Caixa Econômica Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário